Agentes penitenciários evitam fuga no presídio Ênio Pinheiro

Domingo, 03 de janeiro de 2016, 14:30 hs.

image

Cerca de 20 (vinte) apenados que estavam na cela B-03 da penitenciária Estadual Ênio dos Santos Pinheiro em porto velho, tentaram fuga ontem na madrugada do dia 02, sábado.

Agentes penitenciários de plantão que somavam apenas 08 (oito) servidores, frustraram a fuga dos apenados, com apoio de apenas dois servidores do presídio “Urso Branco” que foram dar apoio em carro particular.

Agentes penitenciários relatam que as viaturas se encontram no pátio do presídio Urso Branco, devido a gerência da SEJUS ter criado uma espécie de escolta, chamada “escolta unificada” foi pedido apoio, mas as mesmas se encontram sem combustíveis e também não tem efetivo.

Servidores estão indignados com os administradores da secretaria de estado e justiça (SEJUS) pois os servidores trabalham sem as mínimas condições, falta armamento, sem efetivos, condições precárias, plantão com apenas 08 servidores para manter a segurança da unidade com mais ou menos 700 (setecentos) apenados.

O ano de 2016 não começou nada bem para a categoria, hoje pela manhã um agente penitenciário  que trabalha no presídio Ênio Pinheiro sofreu uma tentativa de homicídio na estrada da penal quando voltava do plantão, Agentes Penitenciários suspeitam que sejam represália dos apenados que não tiveram êxito na fuga, caso esse que tem gerado debates e discussões entre os servidores sobre a omissão e irresponsabilidade da secretaria quanto a troca de escala de plantão dos servidores, que tem prejudicado os servidores e colocando em risco a vida dos profissionais.

FONTE: AGENTES QAP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.