MT: Sindicato faz movimento nas ruas para apresentar à população a nova Instituição Polícia Penal

A divulgação está sendo realizada por meio de notícias no site do Sindspen, panfletagem e outdoor nas principais avenidas de Cuiabá e Várzea Grande.

O Sindicato dos Servidores Penitenciários (Sindspen) iniciou nesta semana uma mobilização em prol do novo órgão Polícia Penal no Estado de Mato Grosso, com intuito de apresentar à população a nova instituição que veio reforçar a segurança na sociedade. A divulgação está sendo realizada por meio de notícias no site do Sindspen, panfletagem e outdoor nas principais avenidas de Cuiabá e Várzea Grande. Além da capital será estendida para outros municípios do Estado, assim como a divulgação de faixas à frente das unidades e locais estratégicos nos municípios.

Divulgação em avenida 

A diretoria do sindicato entende que população mato-grossense precisa saber que o Brasil passou a ter uma nova corporação policial, pois a Emenda Constitucional Nº 104 alterou o Art. 144 da carta magna do país, inserindo no inciso VI a Polícia Penal, incluindo-a como mais um órgão (instituição) da Segurança Pública, na qual os agentes penitenciais passaram a ser policiais penais.

O próximo passo é a regulamentação que deve ocorrer por lei estadual de cada Estado da Federação, Distrito Federal e União por iniciativa do Poder Executivo, por onde se determinará o funcionamento das atividades penais, atribuições e transformação do seu quadro pessoal, após inserir o novo órgão da Polícia Penal na constituição do Estado de MT, como forma de estabelecer à respectiva diretriz, em simetria a emenda federal.

Panfleto informativo 

No panfleto divulgado nas ruas explica também sobre as funções da Polícia Penal, as lutas pelos direitos e as perdas até sua aprovação. Além de explicar que o ambiente carcerário é degradante e adoece os Policiais Penais.  O que levou, em 2008, a Organização Internacional do Trabalho (OIT) declarar que a função de “Agente Penitenciário” é a segunda profissão mais perigosa do mundo, devido ser um cargo de tensão e estresse total.

A presidente do Sindspen Jacira Maria afirma que é necessário fazer a divulgação e apresentação da Polícia Penal. “A luta que está entidade participou de forma presente e atuante desde o inicio, e depois da publicação da Emenda 104 imaginamos que teríamos celeridade na aprovação da nossa emenda estadual, mas ao longo dos meses verificamos que a cada momento surgia um impasse, que nos distanciava desse sonho. O que nos trouxe a tomar essas medidas já citadas.

A população tem que saber da nova Instituição e entender que não é mais uma mera expectativa de ser Polícia, agora de fato, nos tornamos e de direito quando, finalmente a PEC estadual for aprovada na Assembleia Legislativa de MT.

Assim como também mostraremos quem são os policiais penais, que trabalham em condições insalubre, que arriscam sua vida e de seus familiares no combate ao crime organizado e calamidade pública.  É importante também informar que o Policial Penal faz parte da categoria mais desvalorizada e que o Estado não investe nesses valorosos Policiais Penais/Agentes Penitenciários.

O Sindicato clama por respeito e valorização, pois nem mesmo nessa pandemia parou e nunca vai parar de lutar pelos direitos, que tão bravamente foram conquistados e por isso não poderá aceitar jamais nenhum direito a menos. Portanto, a Luta continua: Polícia Penal, estadual, já”, finalizou a presidente.

 

Fonte: Sindspen

Categorias:Segurança Pública

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s