Agente penitenciário registra BO contra diretor do presídio Urso Branco

Mais um caso envolvendo a direção da penitenciária José Mário Alves da silva (urso branco) de porto velho-RO, o servidor conta que vem sofrendo vários tipos de crimes praticados por esse diretor, segundo ele, já são dezenas de servidores que já fizeram denúncias no ministério público e delegacia de polícia, mas até hoje esse diretor continua a praticar os mesmos abusos contra servidores.

Relata ainda que ninguém tomou nenhuma atitude em prol dos servidores, “quando o crime é contra os servidores ninguém faz nada, mas se é contra os apenados, todos órgãos competentes saem em defesa deles.” Comenta.

O agente penitenciário diz que vem sofrendo perseguição de trabalho abusos de autoridade e perseguição religiosa, já faz alguns meses que vem sofrendo retaliações por ele ser da Igreja Adventista, devido ele guardar o sábado, com isso, foi trocado de plantões três vezes, mas não é só por isso, conta que um certo dia fez um relatório relatando irregularidades praticada pela direção geral, ficando esse diretor furioso com o relatório do servidor, em razão disso, trocou mais uma vez de plantão, colocando em uma escala chamada de “FG.”

Conta ainda, que esse diretor fez um relatório mentiroso contra o denunciante, mandando para corregedoria geral da SEJUS, tudo isso pelo fato do agente trabalhar dentro da legalidade, são vários relatórios mentirosos envolvendo vários servidores daquela unidade.

Segundo relatos do servidor, a direção é acostumada a trocar servidores de plantão e também colocando a disposição, quem ousar a relatar qualquer tipo de irregularidades praticadas por eles, conta que já estão sem noção da realidade, que servidores trabalham sobre pressão, que a maioria tomaram posse recentemente e tem medo de relatarem as mazelas do presídio.
FONTE: RONDONIAEMQAP

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *