Celulares são apreendidos em cela de líder de organização em RO

Sábado, 28 de novembro de 2015, 12:00 hs.

image
Celulares apreendidos foram levados para Delegacia de Vilhena (Foto: Polícia Civil/ Divulgação)

Dois celulares e três chips de operadoras telefônicas foram encontrados nesta sexta-feira (27) na cela do Centro de Ressocialização Cone Sul de Vilhena (RO) onde está o preso Luiz Carlos Bandeira Rodrigues, de 30 anos, conhecido como “Da roça”. O detento é apontado como um dos líderes de uma organização criminosa que teria elo com o traficante Fernandinho Beira-Mar. Os aparelhos foram apreendidos após uma revista feita pela Polícia Civil, em parceria com os agentes penitenciários.

Segundo a Polícia Civil, a ação ocorreu depois que os presos dormiram, visto que assim evitaria o descarte dos objetos.  Um dos celulares foi encontrado debaixo do colchão onde “Da Roça” dormia. Outro celular também foi encontrado durante a revista, mas não identificação do dono da cama. Nenhum dos apenados assumiu que eram donos dos aparelhos e dos objetos encontrados.

Em um pote plástico da cela os policiais acharam três chips de operadoras telefônicas diferentes. Ainda em uma das camas foi encontrado um pedaço de ferro pontiagudo. Os objetos encontrados foram entregues na 1ª Delegacia de Polícia Civil de Vilhena, que agora investiga o caso. Segundo o diretor geral do Centro de Ressocialização, José Felipe Correia Filho, um inquérito será instaurado e os responsáveis serão punidos criminalmente.

Os detentos da cela revistada estão com visitas suspensas até a descoberta dos donos dos objetos encontrados.

image
Estatuto apreendido na quinta, 26, diz que sobre
punição severa (Foto: Polícia Civil/ DivParalelo

Operação Estado Paralelo

Na quinta-feira (26) cinco pessoas foram presas em Vilhena (RO), suspeitas de integrarem uma organização criminosa que tem elo com o traficante Fernandinho Beira-Mar.

Segundo a Polícia Civil, dois líderes do grupo já cumpriam pena nos presídios de Rondônia, Luiz Carlos Bandeira Rodrigues de 30 anos, conhecido como “Da roça”, preso no Centro de Ressocialização Cone Sul em Vilhena por tráfico de drogas e associação ao tráfico; e Pedro Vieira dos Santos, de 21 anos, chamado de “Matemático”, que cumpre pena de 19 anos pelos mesmos crimes no presidio Urso Branco, em Porto Velho.

Conforme a polícia, ambos são sócios no tráfico de drogas no estado. A Operação ‘Estado Paralelo’, cumpriu dez mandados de prisão e seis de busca e apreensão. Cinco dos suspeitos, incluindo os líderes, já cumpriam pena.

As investigações apontam que, além de traficarem drogas, os alvos dos mandados de prisões intermediavam contatos entre integrantes da organização de Maceió (CE) e Macapá (AP), com apoio de Beira-Mar, que cumpre pena no presídio federal de Porto Velho. Um estatuto também foi apreendido na quinta-feira, durante operação.

FONTE: G1 Vilhena

0 thoughts on “Celulares são apreendidos em cela de líder de organização em RO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *