Investigação de assassinato de menor por gangue de motociclistas está em sigilo

As forças de segurança pública realizaram suas diligências em busca dos acusados de cometerem o crime.

A Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania (Sesdec), informou na manhã desta terça-feira (2), que a Delegacia de Crimes Contra a Vida (DERCCV) de Porto Velho, já está investigando a morte do adolescente Arthur Amora Ribeiro, 13 anos, que morreu no hospital João Paulo II, após ser atingido com um tiro na cabeça, no final da tarde do último domingo (31), na Rua Quintino Bocaiúva, no bairro São Cristovão, na capital.

De acordo com a Sesdec, desde os primeiros momentos o caso já estava sob investigação pela Polícia. As forças de segurança pública realizaram suas diligências em busca dos acusados de cometerem o crime.

O caso está sendo investigado pela Delegacia Especializada em Crimes Contra a Vida (DERCCV) e segue sob sigilo de investigação para que todas as medidas venham ser tomadas de forma cautelosa e que nenhum fato venha atrapalhar as investigações.

O crime

De acordo com informações preliminares, o adolescente estava com várias pessoas, empinando papagaio, quando um grupo de motociclistas passou pelo local fazendo barulho alto com o escapamento das motocicletas.

Algumas pessoas reclamaram e um dos integrantes do grupo retornou e efetuou disparos de arma de fogo. Um dos tiros acertou a cabeça do adolescente Arthur Amora. O atirador fugiu sem ser identificado.

A vítima deu entrada em estado grave no Hospital João Paulo II, e foi encaminhada para a sala de cirurgia. Já por volta das 20h45, foi confirmada a morte do adolescente.

Por Rondoniaagora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.