Garimpeiros provocam naufrágio de barco da PMRO com policiais ambientais

Os policiais só não acabaram morrendo afogados porque passava um rebocador com funcionários de uma empresa e rapidamente prestaram socorro aos militares.

Quatro policiais militares do Batalhão Ambiental foram vítimas de tentativa de homicídio no rio Madeira, em Porto Velho (RO), nesta madrugada de quinta-feira (07). Os acusados do crime são garimpeiros e fugiram.

Os policiais relataram em ocorrência feita com a tipificação ‘homicídio tentado’, que faziam fiscalização em apoio a Sedam na Área de Proteção Ambiental (Apa) na região da usina hidrelétrica de Santo Antônio.

Por volta das 4h30 da madrugada, a equipe policial em uma embarcação flagrou cerca de 10 dragas em pleno funcionamento no rio Madeira.

A partir deste momento, os militares buscaram se aproximar das dragas que estavam com cerca 20 garimpeiros. Os acusados logo saíram em fuga em duas embarcações.

Durante a perseguição, os policiais foram atacados por um grupo de garimpeiros que usou um barco de grande porte para fazer forte banzeiro na água.

Com isso, o barco da PM acabou naufragando com os quatro policiais militares.

Os acusados conseguiram fugir do local. Os policiais só não acabaram morrendo afogados porque passava um rebocador com funcionários de uma empresa e rapidamente prestaram socorro aos militares.

O barco da PM foi recuperado logo depois durante buscas no rio Madeira. Os policiais agora trabalham para identificar e prender os envolvidos no crime.

 

 

Por Rondoniaagora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.