Polícia Civil faz operação e prende envolvidos em assalto que terminou com morte de sargento da PM

O inquérito apontou indícios de que três criminosos planejaram e executaram o roubo. As apurações identificaram todos os envolvidos na ação criminosa.

A Delegacia Especializada em Repressão a Roubos e Furtos (Derf), deflagrou nas primeiras horas desta terça-feira (28) a operação “Redenção”, que cumpre mandados em investigação do latrocínio que vitimou o sargento da reserva da de Rondônia, Jorge Ednelson Mendes, assassinado em um tiroteio quando escoltava um funcionário da empresa Dydyo com cerca de R$ 76 mil.

O inquérito apontou indícios de que três criminosos planejaram e executaram o roubo. As apurações identificaram todos os envolvidos na ação criminosa.

As investigações, comandadas pelo delegado Daniel Braga, resultaram na representação de 5 mandados de busca e apreensão na residência dos suspeitos e 3 mandados de prisão, deferidos pela justiça.

Nas primeiras horas da manhã desta terça-feira, dezenas de policiais civis cumpriram as medidas cautelares. A operação continua em andamento, mas já resultou na prisão de dois envolvidos e apreensão de uma arma de fogo tipo pistola.

O nome dado a operação entre “redenção” (ato ou efeito de reparar) significa reparo. Dessa forma a Polícia Civil do Estado de Rondônia apresenta a resposta ao bárbaro crime que vitimou o policial militar, reparando a sensação de segurança que tanto a sociedade requer/merece.

 

 

 

Por Rondoniaagora

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.