Programas de valorização e de capacitação dos profissionais de segurança pública ganham reforço em 2021

O objetivo é ampliar a divulgação de trabalhos técnicos e científicos da área, bem como ser  indicadores de desempenho acadêmico dos profissionais.

Em 2021, o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) deu um passo importante para o fortalecimento da política de valorização e qualidade de vida dos profissionais de segurança pública. Destaque para o primeiro Programa Nacional de Apoio à Aquisição de Habitação para Profissionais da Segurança Pública, o Habite Seguro.

Os agentes já podem procurar a Caixa para aquisição da casa própria com subvenções financeiras concedidas por meio do Fundo Nacional de Segurança Pública (Funad) e condições diferenciadas de crédito imobiliário.

A valorização dos profissionais também foi refletida no aumento de cursos de capacitação oferecidos tanto na modalidade a distância, quanto presencial. Em 2021, foram cerca de 152 mil profissionais capacitados. Aumento de 18% em comparação com o ano anterior.

O número de cursos oferecidos pela Secretaria de Gestão e Ensino em Segurança Pública (Segen) na modalidade Ensino a Distância passou de 60, em 2020, para 85, em 2021. Outras 94 capacitações foram oferecidas na modalidade presencial.

“Os resultados de 2021 demonstram o empenho do Ministério nas suas diferentes frentes, seja na segurança pública, proteção e defesa do consumidor, descapitalização do crime, combate às drogas, ou políticas de justiça. No próximo ano, seguiremos trabalhando para que o Brasil tenha a Justiça e a Segurança Pública cada vez mais fortes”, ressalta o ministro Anderson Torres.

O Ministério planeja lançar, em 2022, mais 30 novos cursos a distância. As capacitações que auxiliam no combate ao crime organizado e até mesmo na preparação do profissional de segurança pública para empregarem manobras e procedimentos emergenciais para salvar a sua vida ou a de seus colegas.

Um deles foi o Curso de Enfrentamento às Organizações Criminosas, com 100 profissionais capacitados, e o Curso de Atendimento Pré-Hospitalar Tático, com mais de 200 profissionais instruídos.

O MJSP lançou, ainda, três produtos destinados à área acadêmica da segurança pública e defesa social: a Revista do Sistema Único de Segurança Pública, a Biblioteca Digital e o Portal de Revistas de Instituições. O objetivo é ampliar a divulgação de trabalhos técnicos e científicos da área, bem como ser  indicadores de desempenho acadêmico dos profissionais, pesquisadores e instituições de ensino e pesquisa em segurança pública e defesa social.

 

 

Por Ministério da Justiça e Segurança Pública

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.