Depen compõe Força Tarefa SUSP que deflagra operação contra organização criminosa no RN

O objetivo da ação é obter novos elementos probatórios para desmantelar facção criminosa dedicada à prática de diversas ações criminosas violentas na região do Seridó Potiguar.

A Força Tarefa SUSP de Combate ao Crime Organizado, do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP), deflagrou na manhã desta quinta-feira (7), a Operação Totoró, para cumprimento de mandados de busca e apreensão e prisão preventiva contra investigados suspeitos de integrarem organização criminosa com atuação nos municípios de Currais Novos, Caicó e Florânia – RN.

A ação contou com a participação de 60 policiais e foi efetuada graças ao trabalho conjunto da Polícia Federal, da Polícia Civil, da Polícia Militar, da Polícia Rodoviária Federal, do Departamento Penitenciário Nacional, da Secretaria de Estado da Administração Penitenciária (Seap) e da Secretaria da Segurança Pública e da Defesa Social do RN (Sesed).

Foram cumpridos 13 mandados de busca e apreensão, sendo 11 no município de Currais Novos, um em Caicó e um em Florânia. 6 pessoas foram presas preventivamente em Currais Novos e Caicó e 1 foi autuada em flagrante. Além disso, os agentes aprenderam drogas e balança de precisão.

O objetivo da ação é obter novos elementos probatórios para desmantelar facção criminosa dedicada à prática de diversas ações criminosas violentas na região do Seridó Potiguar.

Os presos foram conduzidos inicialmente ao Fórum da Comarca de Caicó – RN, onde foi montada uma base da Polícia Federal para realização dos procedimentos de polícia judiciária, e em seguida, serão encaminhados para o Sistema Prisional daquele mesmo município, onde ficarão à disposição da Justiça.

A operação Totoró ocorre no âmbito da Operação Cangalha, realizada em todos os estados do nordeste, que atua em diversas ações das forças de segurança estaduais e federais no combate ao crime organizado e é coordenada pela Secretaria de Operações Integradas (Seopi) do MJSP.

Força-Tarefa SUSP

O Plano de Forças-Tarefas SUSP de Combate ao Crime Organizado foi lançado em janeiro deste ano pelo MJSP e conta com a atuação conjunta, integrada e coordenada entre as polícias da União e dos estados. As ações têm como foco prevenção, repressão, monitoramento e investigação de grandes organizações criminosas a partir da atuação conjunta entre as polícias da União e dos estados. Além disso, as forças-tarefas pretendem isolar lideranças do crime organizado no sistema prisional, bem como descapitalizar facções por meio de bloqueio e venda antecipada de bens.

A Polícia Federal pede que a população continue enviando informações de forma anônima, pelo telefone (84) 3204-5500 ou pelo e-mail:  [email protected]

 

Com informações da ASCOM/SR/PF/RN 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *