Força de Cooperação do Depen participa de formatura de 444 Policiais Penais formados em Roraima

Participando do treinamento, a Força de Cooperação do Depen cumpre o papel do repasse de conhecimento para os policiais penais que ficarão em definitivo nas unidades prisionais roraimenses.

A Secretaria de Estado da Justiça e Cidadania de Roraima (Sejuc) concluiu, nesta segunda-feira (30), a formatura de 444 novos policiais penais que vão reforçar a segurança nas unidades prisionais de todo o estado. O evento foi realizado no Palácio Senador Hélio Campos, na capital Boa Vista, e contou com a participação de várias autoridades.

O Departamento Penitenciário Nacional (Depen) teve papel de fundamental importância na formação dos novos servidores, por meio da capacitação e profissionalização das equipes durante o curso de formação. Servidores que atuam na Força de Cooperação Penitenciária do Depen foram instrutores no curso de formação iniciado no dia 04 de julho.

As capacitações atenderam temáticas como: população prisional e políticas públicas, uso proporcional da força, intervenção tática prisional, escolta de alto risco, técnicas e tecnologias menos letais, entre outros.

Participando do treinamento, a Força de Cooperação do Depen cumpre o papel do repasse de conhecimento para os policiais penais que ficarão em definitivo nas unidades prisionais roraimenses.

Renovação FTIP

No início de agosto o Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) prorrogou por mais 90 dias (até 31 de outubro) a atuação da Força Tarefa de Cooperação Penitenciária, em Roraima.

As equipes atuam em serviços de vigilância, guarda e custódia de presos e atividades correlatas, conforme determina a Lei de Execução Penal.

A retomada do controle das unidades em crise, a criação de protocolos de segurança além da capacitação dos novos servidores tem contribuído, inclusive, para a baixa nos índices de criminalidade. Em todo o estado de Roraima, a redução média da criminalidade, desde a chegada da Força de Cooperação em 2018, chegou a 36% em relação aos homicídios e uma redução de 32% no número de Crimes Violentos Letais Intencionais, segundo o Núcleo de Estatística e Análise criminal da Polícia Civil do Estado (NEAC-PC/RR).

 

 

Serviço de Comunicação Social do Depen

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *