PF cumpre mandados contra suspeitos de divulgar pornografia infantil

Um dos investigados, um homem de 37 anos cujo nome não foi divulgado, foi detido em flagrante.

Policiais federais (PF) cumpriram hoje (3), em Macapá (AP), a três mandados judiciais de busca e apreensão contra suspeitos de armazenar e compartilhar pornografia infantil. Um dos investigados, um homem de 37 anos cujo nome não foi divulgado, foi detido em flagrante.

O delegado federal João Paulo Bastos, coordenador de operações da superintendência estadual da PF, disse à Agência Brasil que o homem detido era um dos alvos dos mandados cumpridos esta manhã. Em sua casa foram apreendidos equipamentos eletrônicos contendo material pornográfico envolvendo crianças e adolescentes.

Em nota, a PF afirmou que as duas operações deflagradas esta manhã, Hera e Loki, visam a apreender instrumentos utilizados pelos investigados e identificar outros possíveis envolvidos com a produção, armazenamento e/ou compartilhamento de material contendo pornografia infantil, crimes cujas penas podem chegar a dez anos de prisão.

No âmbito da Operação Hera, agentes do Núcleo de Repressão a Crimes de Ódio e Pornografia já haviam identificado que, entre os dias 26 de março e 3 de abril, um dos suspeitos baixou, da internet, material ilícito que disponibilizou a outras pessoas.

Já na Operação Loki, outros dois homens alvo dos mandados judiciais cumpridos hoje são investigados sob a suspeita de trocar material pornográfico infantil em aplicativos de mensagens instantâneas.

 

Com informações da Agência Brasil

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *