PF apreende pedras de diamantes na casa de investigado por extração ilegal em RO

Ao todo, foram cumpridos 10 mandados de busca e apreensão, sendo estes em Cacoal, Pimenta Bueno e Espigão D’Oeste. (Foto: PF/Reprodução).

A Operação Escavadores 2, deflagrada nesta sexta-feira (9) pela Polícia Federal (PF), apreendeu duas pedras de diamantes na casa de um homem na cidade de Cacoal (RO). Segundo a polícia, esse suspeito é investigado por extração ilegal de terras indígenas no estado.

O objetivo da operação foi desarticular um grupo criminoso especializado no comércio de diamantes.
Ao todo, foram cumpridos 10 mandados de busca e apreensão, sendo estes em Cacoal, Pimenta Bueno e Espigão D’Oeste, todas em Rondônia. Os nomes dos investigados não foram divulgados.
Na casa de um dos integrantes da quadrilha, em Cacoal, foram encontradas duas pedras de diamantes. Por causa estar em posse das pedras, o homem recebeu voz de prisão e então detido em flagrante por crime contra o patrimônio.

Também foram apreendidos documentos e outros materiais que devem ajudar os policiais federares a seguirem com a investigação.

A pena pela prisão do suspeito, pela usurpação dos diamantes, pode chegar a 5 anos de detenção em caso de condenação.

Escavadores 2

A operação faz parte de uma ação da PF para combater o comércio e extração ilegal de diamantes. Na semana passada foi dado cumprimento de prisão preventiva de dois integrantes de outro grupo criminoso.

As investigações da operação Escavadores tiveram início há mais de dois anos, com a prisão em flagrante de um dos componentes do grupo que portava naquela oportunidade três diamantes extraídos de terras indígenas.

Os investigados poderão responder pelos crimes de associação criminosa, usurpação de bem da União, extração ilegal de minério sem autorização do órgão competente, além de outros de crimes que venham a ser revelados até o final da investigação.

 

Por G1/RO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *