Sem Polícia: 1° 5° e 9° Batalhão da PMRO são fechados por esposas de militares

Não só na capital está ocorrendo as manifestações das esposas dos militares, mas também em diversas partes do interior do Estado.

Neste sábado (12) Porto Velho amanheceu sem o policiamento dos Policiais Militares nas ruas da cidade, centenas de mulheres estão concentradas na frente dos Batalhões reivindicando melhorias para os esposos.

Fechamento dos Batalhões

1º Batalhão que fica localizado no bairro Arigolândia, em Porto Velho

5ª Batalhão que fica localizado no Bairro Cuniã, na Avenida Amazonas em Porto Velho

9º Batalhão fica localizado no bairro Cohab, Zona Sul de Porto Velho

Reivindicações

As mulheres dos Policiais e Bombeiros Militares de Rondônia cobram do governador Marcos Rocha o aumento salarial prometido por ele, sendo dos anos de 2020, 2021 e 2022, elas cobram 24% de aumento para os esposos.

Reivindicações no interior do Estado

Não só na capital está ocorrendo as manifestações das esposas dos militares, mas também em diversas partes do interior do Estado.

O que o governo alega

O governador alega que não é possível conceder esse reajuste salarial às tropas durante esse ano de 2021, mas disse que em janeiro de 2022 seria reajustado para 8%, as mulheres dos servidores não aceitam essa proposta do governo.

Durante  a manifestação que ocorria no 1º Batalhão nesta sexta-feira (11), o Comandante Geral da PM, Coronel Almeida, disse que ocorrerá uma reunião na próxima segunda-feira (14) com os representantes e o governo do Estado, para deliberarem sobre novas tratativas e chegarem a um acordo.

 

 

Por Rondoniaemqap

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *