23 de junho de 2021

Força-tarefa integrada pelo Depen prende acusado de matar Policial Penal Federal

A morte do policial penal federal aconteceu perto de sua residência e teria sido um plano arquitetado por facção criminosa paulista.

O Departamento Penitenciário Nacional (Depen) participou da Operação Ebenézer, nesta terça-feira (08), deflagrada pela Polícia Federal, que prendeu, em Curitiba (PR), o suspeito de ser o autor do homicídio do policial penal federal Henri Charle Gama e Silva, morto em abril de 2017 também em Mossoró (RN).

A morte do policial penal federal aconteceu perto de sua residência e teria sido um plano arquitetado por facção criminosa paulista anos antes, e contou com a infiltração de uma empregada doméstica na residência da vítima.

As investigações conduzidas demonstraram que o suposto autor do crime estaria vivendo com nome falso na capital do Paraná como forma de se manter abaixo dos holofotes investigativos.

A Operação aconteceu graças ao trabalho realizado pela Força-Tarefa de Combate ao Crime Organizado em Mossoró, coordenada pela Polícia Federal e composta por policiais federais, policiais civis, policiais militares e policiais penais federais e estaduais, atuando em colaboração com a Secretaria de Operações Integradas do Ministério da Justiça e Segurança Pública (SEOPI).

O nome da operação – Ebenézer – significa “pedra de ajuda”, que teria sido erguida pelo profeta Samuel após uma grande vitória militar. Naquela ocasião o profeta teria proclamado: “até aqui o Senhor nos ajudou”.

 

 

Por Secom Depen com informações da Polícia Federal

 

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *