Depen participa da Operação EFIALTES

A operação EFIALTES reforça a importância da existência do Sistema Penitenciário Federal para o isolamento de lideranças criminosas que insistem em desafiar o Estado.

O Departamento Penitenciário Nacional, por meio de suas unidades de inteligência e contrainteligência, detectou possíveis irregularidades de cunho administrativo e criminal possivelmente cometidas por um de seus servidores.

Tão logo houve essa detecção, o Depen informou à Polícia Federal, a fim de que fossem adotados os devidos procedimentos de persecução criminal de sua responsabilidade.
A investigação resultou na deflagração, na manhã de hoje, da operação EFIALTES, que identificou e desmantelou uma rede de transmissão de ordens de líderes da organização criminosa Comando Vermelho (CV) que estão presos na Penitenciária Federal de Catanduvas/PR para integrantes que estão em liberdade.

Além do servidor público, a rede de comunicação contava ainda com a participação de uma advogada, que também atuava na transmissão de ordens das lideranças da facção criminosa.

A operação EFIALTES é, portanto, fruto da atuação conjunta entre a Polícia Federal e o Departamento Penitenciário Nacional e concretiza a finalidade do Sistema Único de Segurança Pública: a realização de ações coordenadas e integradas entre as forças de segurança pública.

O Departamento Penitenciário Nacional, por fim, reitera a robustez e confiabilidade do Sistema Penitenciário Federal, também demonstrada por sua capacidade de detectar e atuar de forma coordenada para punir e extirpar de seus quadros aqueles que se desviam do cumprimento da importante missão conferida a este órgão.

A operação EFIALTES reforça a importância da existência do Sistema Penitenciário Federal para o isolamento de lideranças criminosas que insistem em desafiar o Estado e tentam corromper seus agentes, com a finalidade de prosseguir com atos criminosos.

 

Serviço de Comunicação Social do Depen

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *