SEJUS/RO emite nota quanto a vacinação dos Policiais Penais

Foto: Assessoria SEJUS

O Governo de Rondônia, por meio da Secretaria de Estado da Justiça (Sejus), esclarece acerca da vacinação contra a Covid-19 para a Seguranca Pública, realizada neste sábado (3) no Palácio Rio Madeira, que o cronograma iniciado não é destinado a todos os integrantes das forças de segurança de maneira indiscriminada.

O Ministério da Saúde exarou a Nota Técnica nº 297/2021 de 31/03/2021, enquadrando as forças de segurança como prioridade, desde que sejam servidores que realizem atividades específicas contidas na referida Nota Técnica.

Neste sentido, este primeiro lote com cerca de 700 vacinas foi destinado apenas a alguns servidores que realizam tais atividades específicas. No caso da Sejus, os servidores da área de saúde já vêm sendo vacinados nas últimas semanas, conforme tratativas realizadas pela Gerência de Saúde (Gesau/Sejus), assim como policiais penais lotados na escolta hospitalar.

No que tange ao efetivo de policiais penais, parte integrante da Segurança Pública, para este momento de priorização apenas os servidores que realizam atividades alinhadas com a Nota Técnica do Ministério da Saúde são elegíveis, como por exemplo, os lotados na escolta hospitalar e servidores do Grupo de Ações Penitenciárias Especiais (Gape) que realizam escolta para unidades de saúde.

Esta priorização se dará nos próximos lotes prioritários com esta finalidade, e tais servidores serão imunizados juntamente com outras forças de segurança e forças armadas que também não participaram deste primeiro lote.
Os demais policiais penais e servidores da Sejus que não realizam as atividades elencadas na Nota Técnica serão imunizados em conjunto com as outras carreiras da Segurança Pública, de acordo com o calendário do Plano Nacional de Imunização (PNI).

Cabe destacar que a Sejus tem se empenhado para dar celeridade à vacinação e testagem dos profissionais que nela laboram, solicitando a priorização necessária via ofícios reiterados encaminhados à Agência Estadual de Vigilância Sanitária (Agevisa) e Secretaria de Estado da Saúde (Sesau).

 

Assessoria – SEJUS

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *