Óbitos por covid-19 crescem 190% no Sistema Prisional

A testagem para detecção da doença foi realizada em 254.105 pessoas presas e em 66.199 servidores.

A atualização dos dados, divulgada nesta quinta-feira (11), também traz informações sobre a realização de testes para detecção da covid-19 em unidades do regime socioeducativo e no sistema prisional. De acordo com os dados, houve testagem para identificação da doença em 18.654 adolescentes privados de liberdade e em 23.067 servidores em estabelecimentos de 23 estados.

Já em estabelecimentos prisionais, a testagem para detecção da doença foi realizada em 254.105 pessoas presas e em 66.199 servidores, além de outros 16.602 exames em unidades do estado do Ceará, que não distinguiu a que segmento foram destinados. Em relação à segunda quinzena de fevereiro, os números mostram crescimento mais significativo na aplicação de exames em estabelecimentos prisionais, com destaque para internos no Rio de Janeiro (14,8%), no Piauí (9,7%) e em Goiás (8,1%). Unidades no estado de São Paulo ampliaram em 15,5% a testagem entre servidores, informou o CNJ.

Ainda de acordo com o CNJ, o montante repassado para adoção de medidas de higiene e limpeza no sistema prisional totaliza R$ 85,7 milhões, entre recursos estaduais e federais. Ao todo, 25 estados informaram ao conselho que estavam destinando verbas para o combate à pandemia nos presídios e unidades socioeducativas.

 

 POR NOTÍCIAS AO MINUTO

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *