Assfapom repudia compra de máscaras pelo governo e cobra vacinação aos militares

O Governo anunciou ainda que em breve estará entregando máscaras para a Polícia Civil, Bombeiros, Politec e Núcleo de Operações Aéreas (NOA).

A Associação dos Familiares e Praças da Polícia e Bombeiro Militar de Rondônia (Assfapom) repudiou a ação do Governo do Estado que adquiriu 10.672 máscaras para distribuir aos policiais militares. O anúncio da compra foi publicado no Instagram da Secretaria de Estado, Defesa e Cidadania (Sesdec), na manhã da última quinta-feira (11).

Conforme informou a Sesdec, cada policial militar receberá duas máscaras laváveis e reutilizáveis, para garantir proteção individual no combate à pandemia do Covid-19. No estado, quase 30 policiais militares já morreram em decorrência do Covid-19. A referida compra custou a bagatela de R$43.768,40 (quarenta e três mil, setecentos e sessenta e oito reais e quarenta centavos).

Em recente entrevista em emissora de tv, o Comandante Geral da Polícia Militar, Coronel Almeida, declarou: “o policial militar fez o juramento de proteger a comunidade com o sacrifício de sua própria vida”, frase esta não aprovada pelos policiais que estão dia a dia protegendo a sociedade, com risco de serem infectados pelo vírus.

A classe anseia a vacinação o quanto antes, pois estão na linha de frente lidando com inúmeras pessoas que desrespeitam o decreto, não utilizando máscaras, oferecendo ainda mais riscos aos militares. Tão importante quanto os servidores da saúde, são os profissionais da segurança pública. O Governo anunciou ainda que em breve estará entregando máscaras para a Polícia Civil, Bombeiros, Politec e Núcleo de Operações Aéreas (NOA).

Policiais militares prometeram protestar contra tal atitude do governo e exigem que a classe militar também tenha prioridade na vacina, pois os policiais estão todos os dias nas ruas protegendo a comunidade, dando segurança aos comerciantes, garantindo a paz e a ordem, sendo assim, merecem estarem imunizados, evitando ainda levar o vírus para seus lares.

O anúncio da compra foi publicado no Instagram da Secretaria de Estado, Defesa e Cidadania (Sesdec), na manhã da última quinta-feira (11).

 

 

Fonte: ASSFAPOM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *