Vídeo: Polícia Civil prende integrante da maior narcomilícia do Rio

Maior narcomiliciano do Rio, Ecko, segundo a polícia, conta com uma tropa de pessoal de 100 seguranças fortemente armados.

Apontado pela polícia como integrante maior narcomiliciano do Rio, Dayvison da Silva Santos foi preso pela força-tarefa da Secretaria de Polícia Civil do Rio, nesta sexta-feira (19/2), na zona oeste da cidade. Condenado pela Justiça por extorsão mediante sequestro, ele passaria informações de operações a quadrilha de Wellington da Silva Braga, o Ecko, foragido.

De acordo com investigações da polícia, Dayvison ainda é o responsável por ameaçar rivais do bando. No processo a que responde na Justiça, ele é acusado de sequestro relâmpago.

A vítima foi emboscada em um estabelecimento comercial no Recreio dos Bandeirantes, zona oeste. Durante a ação, o bandido a obrigou a fazer saques em sua conta bancária. Dayvison foi preso na casa de parentes em Campo Grande, zona oeste.

Maior narcomiliciano do Rio, Ecko, segundo a polícia, conta com uma tropa de pessoal de 100 seguranças fortemente armados. Eles se revezam como batedores, soldados e motoristas, em um grupo que inclui agentes públicos e ex-servidores.

Antes servente de pedreiro, Wellington da Silva Braga herdou a chefia da milícia “Liga da Justiça”, que atua na zona oeste do Rio, do irmão Carlos Alexandre Braga, o Carlinhos Três Pontes, em 2017.

Na extensa ficha criminal de Ecko, são atribuídos crimes como homicídio, extorsão e organização criminosa. O Disque-Denúncia oferece R$ 10 mil por informações que levam à prisão do criminoso.

Veja o momento da prisão

 

Fonte: Metropoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *