Polícia Civil de Rondônia registra 85 dias sem homicídios na Ponta do Abunã

A região era conhecida pelos altos índices de violência, devido a migração de criminosos vindos do Acre e Bolívia.

A Polícia Civil do estado de Rondônia-PCRO acaba de alcançar o número de “85” dias sem registrar nenhum homicídio na região da “Ponta do Abunã” (Distritos de Extrema, Nova Califórnia e Vista Alegre do Abunã). A marca atingida, nesta quinta-feira(04), é motivo de muito orgulho aos órgãos de Segurança Pública, em especial às equipes da 9ª DP, 2ª DP e Delegacia de Homicídios da capital, que veem investigando os homicídios na região.

No ano de 2020, a PCRO desmantelou organizações criminosas e prendeu 44 pessoas por homicídios e tráfico de entorpecente. Este número expressivo deve-se também a atuação da Delegada Keity Mota Soares, que a frente de uma das equipes da Operação Hórus – V.I.G.I.A vem prestando apoio na solução de crimes ocorridos naquele território.

A Operação é Hórus Rondônia é coordenada pela Secretaria de Estado da Segurança, Defesa e Cidadania-Sesdec, em parceria com o Ministério da Justiça e Segurança Pública em combate específico aos crimes na região da fronteira.

A região era conhecida pelos altos índices de violência, devido a migração de criminosos vindos do Acre e Bolívia. A média de homicídios era de 2,6 mês e em 2020 este número caiu para 1,9 mês.

Esta mudança traz impactos diretos na qualidade de vida da população estimada em 13.807 habitantes(IBGE), que passou a confiar mais na Polícia, deixando de carregar o medo da impunidade.

Em 2019, a PCRO, por intermédio do Departamento de Polícia Metropolitana, à época coordenado pela delegada Rosilei Lima, desencadeou diversas operações combatendo os crimes de homicídios, motivados por disputas de facções criminosas e disputas de terra.

A delegada Keity Mota ressaltou a importância da inclusão daquela região na Operação Hórus, sendo também essencial a atuação em parceria com a Polícia Militar a qual de forma integrada participou de ações que resultaram em prisões e apreensões de drogas, armas e munições.

O delegado Odair Roberto de Almeida comemora ainda outro dado importante, agora dos crimes contra o patrimônio, os furtos reduziram pela metade no ano de 2020 e isto, seguramente é reflexo do bom trabalho desenvolvido.

 

Fonte: ASCOM –PC/RO

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *