23 de junho de 2021

Bombeiro baleado ao socorrer ladrão acidentado diz que não se arrepende

Elias disse que não se arrepende de ter parado, pois não poderia ver um acidente de trânsito e passar direto, sem prestar socorro.

O sargento do Corpo de Bombeiros que foi baleado enquanto socorria um assaltante ferido em um acidente de trânsito, em Cacoal (RO), contou que não se arrepende de ter tentado ajudar uma vítima ferida. “Salvar vidas é o meu trabalho”.

O ataque contra o sargento Roberto Elias da Silva aconteceu no último dia 27 de janeiro. Segundo a polícia, inicialmente os assaltantes perderam o controle do carro que conduziam na BR-364 e colidiram contra uma carreta. Após um acidente, uma viatura do Corpo de Bombeiros passou pelo local, e dentro dessa viatura estava o sargento Elias e um policial militar.

Sem saber que os dois homens do carro acidentado eram bandidos, Elias começou a prestar socorro imediato e nesse momento foi baleado por um deles. Devido ao ataque, o policial militar que acompanhava o bombeiro atirou nos suspeitos (um deles morreu na hora).

Elias disse que não se arrepende de ter parado, pois não poderia ver um acidente de trânsito e passar direto, sem prestar socorro.
Bombeiro baleado ao socorrer ladrão acidentado diz que não se arrepende

“Depois de tudo que aconteceu, ainda vejo que não precisa eu mudar minha conduta, na forma de agir. Meu procedimento ali foi dentro do padrão. Eu irei continuar com minha conduta de salvar vidas e não deixarei jamais de ajudar”, contou o sargento Elias.

Após ser atacado a tiros, o sargento passou por cirurgia em um hospital de Cacoal e agora se recupera em casa.

Bombeiro baleado ao socorrer ladrão acidentado diz que não se arrepende
 

Fonte: Rede Amazônica

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *