Vídeo: mulher cospe, agride e xinga PM ao ser abordada em litoral de SP

Caso ocorreu em Praia Grande. Mulher foi liberada e deve comparecer à Justiça futuramente para responder por desacato.

Uma mulher foi flagrada agredindo, xingando e cuspindo em policiais militares em Praia Grande, no litoral de São Paulo. As imagens foram registradas por um dos policiais que estava na ocorrência.

O caso ocorreu na madrugada de sábado (26/12). De acordo com a Polícia Militar, os militares faziam uma ronda, pouco antes da filmagem, e pararam em um posto de combustível. Foi quando a mulher se aproximou para pedir algo. As informações são do G1.

A corporação alega que a mulher “demonstrava total descontrole emocional” e, sem motivos aparentes, iniciou ofensas e xingamentos contra a policial feminina que estava na viatura. Os policiais optaram por continuar a ronda, para evitar maiores problemas.

Pouco tempo depois, a mesma mulher passou a ofender outra equipe de policiais militares que fazia ronda a pé. O apoio chegou em seguida e ela começou a arremessar pedras na viatura.

A mulher grita com os policias e chega a cuspir em um deles. Ela continua ofendendo e xingando os militares. Além disso, provoca a equipe. “Me prende, me bate, me arrebenta”, diz.

É possível ver a moça desferindo um soco no peito de um dos policiais, que inicialmente não reage. O próximo corte já mostra ela contida e algemada.

No momento em que está no chão, algemada, a mulher ainda insulta uma policial feminina. “Tu não é mulher, é um lixo. Tu não é a lei, me levanta daqui.”

Apesar de as imagens mostrarem os policiais calmos durante a situação, a mulher afirma que está protegendo a filha e a mãe. De acordo com a Polícia Militar, foi realizada a contenção e condução da suspeita à Delegacia Sede do município.

A polícia informou que foi registrado um termo circunstanciado pelos crimes de desacato, desobediência e resistência. Ela foi liberada e deve comparecer à Justiça o futuro.

Confira o vídeo

 

Por metropoles

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *