Cãozinho de rua é acolhido por policiais militares e vira mascote da corporação no RJ

Assim o cãozinho se tornou parte da tropa, um símbolo da unidade, cada vez mais dócil e surpreendendo a todos em como seguia as rotinas da corporação.

No ano passado, um cachorro em situação de rua surgiu nas dependências do 17° Batalhão da Polícia Militar do Rio de Janeiro. Ele estava completamente abandonado, adoecido, assustado e vivia acuado pelos cantos do batalhão, digno de pena pelo seu estado, que por algumas vezes até assustava as pessoas justamente por estar sempre assustado.

Comovidos com a situação dele, os policiais decidiram acolhê-lo nas dependências do batalhão. O cãozinho começou a receber carinho e atenção, descobrindo que podia ser feliz pela primeira vez.

Ele recebeu cuidados com relação às doenças e machucados que tinha; ganhou comida, banho e muito amor de todos. Logo foi se tornando cada vez mais saudável e menos acuado, sendo mais receptivo, perdendo o trauma de possíveis maus-tratos que poderia ter sofrido no passado.

Assim o cãozinho se tornou parte da tropa, um símbolo da unidade, cada vez mais dócil e surpreendendo a todos em como seguia as rotinas da corporação.

“Considerado como um de nós, um soldado, também precisava de um nome, e como seria engraçado se ele fosse chamado por um nome de humano? Nem um pouco tradicional para um canino, sendo assim Oliveira – Cabo Oliveira”, escreveu Thiago Damasceno, que compartilhou o relato do cachorro com o Catioro Reflexivo.

Cabo Oliveira conquistou as redes sociais, fazendo sucesso em todo o estado do Rio de Janeiro, e logo foi promovido à ‘Cabo canino’ da unidade. “Oliveira é o nome desse ser que anima e ilumina os dias de quem passa pelo batalhão, de quem recebe sua atenção canina, nosso mascote!”, complementou Thiago. Muito fofo, né?

Recentemente, o cãozinho foi congratulado em uma formatura ao lado de dois subtenentes.

https://www.instagram.com/p/CBgTQCVFczN/?utm_source=ig_web_button_share_sheet

 

Por catiororeflexivo

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *