Projeto autoriza uso de fundo de segurança para treinar agentes no combate a crimes cibernéticos

Katia Sastre: “cada vez mais, os criminosos buscam subterfúgios e mecanismos para obter vantagens ilícitas e cometer crimes em ambientes virtuais”.

O Projeto de Lei 4556/20 permite o uso de recursos do Fundo Nacional de Segurança Pública (FNSP) na capacitação de servidores de órgãos de segurança pública para o enfrentamento de crimes cibernéticos. O texto tramita na Câmara dos Deputados.

Autora da proposta, a deputada Policial Katia Sastre (PL-SP) ressalta que o aumento exponencial do número de crimes praticados em ambientes virtuais não parece ser algo exclusivo de 2020, ainda que a necessidade de isolamento social para conter o avanço da Covid-19 tenha contribuído para a prática dessa modalidade criminosa.

Para ela, alterar a lei que regulamenta o uso do FNSP para permitir a instrução e a capacitação de agentes para o combate dos crimes cibernéticos é fundamental. “Cada vez mais, os criminosos buscam subterfúgios e mecanismos para obter vantagens ilícitas e cometer crimes em ambientes virtuais”, diz a autora.

 

Fonte: Agência Câmara de Notícias

Categorias:Segurança Pública

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s