DENÚNCIA: Militares de RO que tiveram contato com outros contaminados com COVID-19 não fazem exames e não são afastados

A Assfapom estará ingressando com as medidas judiciais cabíveis para proteger a saúde de seus associados.

A ASSFAPOM estará oficializando os Comandantes da Policia e do Bombeiro, solicitando informações e providências quanto as denúncias, de militares que tiveram contato com os outros militares contaminados e não estão sendo submetidos a exames do COVID-19 e também não foram afastados do serviço pela Diretoria de Saúde.

De acordo com o levantamento feito pela própria PM do Ceará 1.472, casos suspeitos foram descartados e 21 policiais foram infectados pelo novo coronavírus. No Estado do Pará 14 policiais militares morreram pelo novo pelo COVID-19, em apenas 6 dias e aqui em Rondônia a cada minuto cresce o número de contaminados em serviço da segurança e saúde.

Todavia, caso a Diretoria de Saúde não esteja seguindo o protocolo de afastar os militares enquanto não tiver os resultados dos exames, que comprovem a contaminação ou não dos militares, Associação estará ingressando com as medidas judiciais cabíveis para proteger a saúde de seus associados.

 

Fonte: ASSFAPOM

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *