Sem internet há 15 dias, policiais civis de RO precisam recorrer a “rabicho” para trabalhar na cidade de Cerejeiras

Operadora foi contratada para instalar internet, mas instalação está demorando.

Uma situação que está acontecendo na delegacia da Polícia Civil de Cerejeiras expõe as dificuldades enfrentadas pelos policiais para executar o seu trabalho – aliás, importante trabalho.

A delegacia está praticamente sem internet – há mais de 15 dias. Só não está completamente sem comunicação virtual porque os próprios policiais se uniram e pagaram do próprio bolso a extensão de uma internet particular. Apesar de resolver a situação por um momento, a internet no “rabicho” é limitada, pois o modem precisa passar pela porta e, com isso, fica limitado a somente duas máquinas.

Um policial ouvido pelo FOLHA DO SUL ONLINE, que pediu para não ser identificado, afirmou que o governo estadual contratou a internet de uma operadora para a delegacia. Mas, segundo o denunciante, a empresa está demorando demais para fazer o serviço.

O site deixa espaço para o governo estadual se pronunciar, caso ache necessário. Por fim, convém dizer que a internet é um item fundamental para a execução do trabalho de qualquer órgão público hoje em dia, especial da Polícia Civil, que atua em investigações e precisa constantemente enviar e receber provas documentais, inquéritos, solicitações e expedição de documentos.

 

Fonte: Folha do Sul

Categorias:Polícia em Geral

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s