PM do RJ confirma primeira morte em decorrência de Covid-19; outras duas são investigadas

A Polícia Militar suspeita que outros dois policiais que morreram no domingo passado também tenham contraído a doença.

A Polícia Militar do Rio de Janeiro confirmou nesta segunda-feira (20) a primeira morte em decorrência de Covid-19 dentro da corporação. A vítima foi a sargento Carla Nascimento Dias, de 46 anos, que trabalhava como técnica de enfermagem no Hospital Central da Polícia Militar, na capital.

Além da morte por Covid-19 confirmada, a PM informou que há mais dois policias mortos com suspeitas de contaminação. O sargento Jerônimo Rodrigues Gaspar, de 48 anos, e o 2º Sargento Robson Santana Nascimento, de 40 anos, morreram no último domingo (19).

Em nota, a corporação lamentou a morte dos três agentes de segurança do Estado. Segundo a PM, há 34 policiais militares infectados por Covid-19 no RJ.

Morte confirmada

A sargento Carla Nascimento estava há 22 anos na PMERJ. Ela morreu no dia 15 de abril em decorrência de enfermidade respiratória. Segundo a corporação, o primeiro teste para coronavírus deu negativo. O segundo, porém, confirmou que ela foi acometida pela doença provocara pelo novo vírus, a Covid-19.

A confirmação da morte da sargento como sendo pela Covid-19 foi antecipada pelo Jornal Extra. Carla era casada e deixou um filho.

Mortes suspeitas

A Polícia Militar suspeita que outros dois policiais que morreram no domingo passado também tenham contraído a doença.

O 2º Sargento Robson Santana Nascimento foi internado no Hospital Central da Polícia Militar, no último dia 13, com insuficiência respiratória e pneumonia viral.

Lotado no 24ºBPM (Queimados), Robson Santana estava na corporação há 18 anos, era casado e deixou um filho.

Já sargento Jerônimo Rodrigues Gaspar, estava em casa, no município de Saquarema, na Região dos Lagos, quando passou mal e foi conduzido ao Posto de Saúde de Jaconé, onde faleceu com suspeita de infecção por Covid-19.

Gaspar era lotado no BPRv, estava na Corporação há 21 anos e deixa esposa e uma filha.

Fonte: G1

Categorias:Polícia em Geral

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s