Ondas de violência preocupam trabalhadores da vigilância durante quarentena do COVID 19

O Sindicato dos Trabalhadores em Rondônia segue no firme propósito de fiscalizar e defender os direitos e a segurança da categoria.

Algo que já havia sido alertado pelo Sindicato dos Vigilantes do Estado de Rondônia – SINTESV-RO, depois do Decreto de quarentena, começa a acontecer. Em menos de 24 horas duas tentativas de assalto quase ceifaram a vida de dois trabalhadores da vigilância na Capital. O primeiro e mais grave aconteceu no Centro de Controle de Zoonose de Porto Velho na noite dessa terça-feira (31), no bairro Cascalheiras, zona leste.

De acordo com a vítima, durante seu plantão foi surpreendido por dois bandidos e quando reagiu, conforme os treinamentos recebidos, a arma falhou, e foi alvejado por dois tiros, sendo um na perna e outro no rosto. Os suspeitos fugiram. Ele foi socorrido por Policiais Militares ao Hospital João Paulo II. Nada foi levado do local.

Outra ocorrência

Dessa vez foi na fábrica da Coca Cola na Capital, segundo as informações, três bandidos invadiram o local e houve troca de tiros, o vigilante bem treinado revidou. Por sorte, um dos disparos atingiu o colete a prova de balas e o outro de raspão no braço. A polícia faz buscas na região.

REALIDADE!

Estamos vivendo um momento histórico mundial, infelizmente uma história muito triste, a pandemia do novo corona vírus – COVID 19, está assolando a humanidade. Alguns líderes de Países o consideram pior que a segunda guerra mundial. Um inimigo quase invisível. Algo parecido aconteceu em 1918, quando a gripe espanhola matou mais de 50 milhões de pessoas em todo o mundo. Estima – se que no Brasil morreram cerca de 35 mil pessoas, inclusive o Presidente da República na época, Rodrigues Alves, que tinha acabado de ser reeleito, morreu antes de tomar posse. Para segurança da população ficou determinado que”todos fiquem em casa”.

LINHA DE FRENTE – SERVIÇOS ESSENCIAIS

Falam-se muito da liberação para atendimentos de serviços essenciais. Quando ouvimos as matérias, só ouvimos falar de: farmácia, mercado, hospital e posto de gasolina. Todos estes serviços e muitos outros que estão desativados, devido a quarentena, dependem dos vigilantes para cuidarem de seus patrimônios. Nós somos essenciais, mão de obra  indispensável, porém, as vezes nem muito bem lembrados e até desvalorizados. Vale lembrar que só em Porto Velho noticiamos vários casos de tentativas de criminosos frustradas devida a ação de vigilantes (ver matérias nas nossas páginas).

O Sindicato e suas atuações

Estamos em plena Convenção Coletiva de Trabalho – CCT 2020/2021. Apesar do distanciamento social, sugerido pelos órgãos de saúde e seguido a risca pelo nosso sindicato, continuamos nossa atuação ativa. Estamos trabalhando com equipe reduzida em forma de plantão. Continuamos as discussões com as empresas, mesmo que em formato remoto (telefone e internet), acompanhamos todos os processos relacionados aos nossos trabalhadores e em casos de extrema necessidade atendemos presencial em nossa sede. Já notificamos as empresas para que seja dado a continuidade às nossas reivindicações e acionaremos a Justiça para que seja expedida uma Liminar, garantindo nossa negociação.

CUIDANDO DOS NOSSOS VIGILANTES

Seja empresa pública ou privada, é determinação da justiça que todos os trabalhadores em vigilância recebam os devidos EPI’s, considerando a pandemia que estamos vivendo. Por outro lado, é obrigação das empresas de vigilâncias que nossos trabalhadores sejam bem equipados com todo o aparato necessário para estar a frente de qualquer situação, principalmente nesse momento em que as ocorrências de ataques a patrimônios sob a guarda de vigilantes é bem maior que ocorrências policiais. Queremos e vamos cobrar condições dignas de trabalho (acesso a banheiro, água potável, alimentação…), atenção na carga horária, fardamento, armamento adequado, que funcione, levando em consideração o posto de trabalho, dentre outras necessidades. Vamos atuar de forma rígida frente as empresas para que todas as medidas de segurança sejam adotadas e se preciso for, até na justiça.

Contamos com a compreensão e união de todos para que possamos passar por este momento difícil. Qualquer situação irregular pode ser denunciada através do nosso aplicativo, site e Facebook. Que Deus proteja a todos.

 

Fonte: ASCOM – SINTESV-RO 

Categorias:Geral e Cotidiano

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s