LEALDADE: Comandantes da PM/RO ficam ao lado da categoria e cobram realinhamento salarial do governo

É a primeira vez que a PM rondoniense tem apoio incondicional do seu comando na busca desse objetivo.

Em uma grande reunião realizada no auditório do SINTERO, a PMRO deu exemplo de unidade e disse não a proposta de realinhamento salarial feita pelo governo.

É a primeira vez que a PM rondoniense tem apoio incondicional do seu comando na busca desse objetivo. O comandante geral, Coronel Ronaldo, e seu subcomandante, Coronel Rildo, são tidos como exemplos de liderança pela tropa que aguarda mais uma rodada de negociações com o governo.

Os dois coronéis já demonstraram aos seus comandados que não se apegam a cargos, que não têm apego ao poder. Os policiais estão confiantes em seus comandantes e buscando esgotar todos os meios legítimos e legais de negociação salarial.

 

 

Fonte: Brasil364

Categorias:Polícia em Geral

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s