Homenagem à Polícia Federal vira ato em apoio ao combate a corrupção

O diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, destaca que a instituição ainda é jovem – foi criada em 1967.

Uma homenagem à Polícia Federal no plenário da Câmara virou ato em apoio ao combate à corrupção, e diretor-geral chama a PF de “republicana”. Ao evitar entrar em polêmica, Maurício Valeixo declarou que, sem o empenho dos servidores, a história da corporação seria negativa.

Desde o início de seu mandato, o presidente Jair Bolsonaro afirmou inúmeras vezes sobre a possibilidade de promover trocas no comando.

Na tribuna da Câmara, nesta segunda-feira (2), o diretor-geral da Polícia Federal fez um agradecimento aos integrantes da PF.

“Sem a contribuição, comprometimento, a dedicação desses valorosos servidores, a história da PF seria de resultados negativos. Renovo meus profundos agradecimentos a todos os servidores e colaboradores. Vocês são o maior patrimônio da Polícia Federal.”

O diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, destaca que a instituição ainda é jovem – foi criada em 1967.

O presidente da Associação Nacional dos Delegados, Edvandir Paiva, fez um apelo aos deputados para que a corporação não seja prejudicada pela reforma administrativa.

“Eu peço aos parlamentares: cuidado. Necessidade de olhar peculiaridades, de uma atividade absolutamente diferente. Uma atividade que cobra dedicação especial de várias outras profissões.”

 

 

Fonte: JovemPan

Categorias:Polícia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s