Maia espera votar projetos das armas e de recursos para perito

O presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, afirmou que espera votar nesta semana o projeto que amplia permissão para o porte de armas e disciplina o registro de atiradores esportivos e caçadores (PL 3723/19, do Poder Executivo). Segundo ele, o relator da proposta, deputado Alexandre Leite (DEM-SP), deve apresentar ainda algumas mudanças no texto.

substitutivo de Leite também permite a regularização da posse de armas de fogo sem comprovação de capacidade técnica, laudo psicológico ou negativa de antecedentes criminais.

Mkaliva/DepositPhotos
Maia diz que o projeto das armas é pauta do Executivo

De acordo com Rodrigo Maia, apesar de ser um tema polêmico, é uma pauta do Executivo que precisa ser analisada pelos parlamentares. “Não é um tema que é da minha pauta, mas o presidente encaminhou com urgência constitucional e temos que respeitar parte da agenda do presidente. Espero que o texto vá na linha apenas de organizar melhor a lei e não ampliar liberdades de acesso às armas, principalmente do porte”, disse o presidente.

Peritos
Maia disse ainda que está prevista a votação da proposta que permite ao governo antecipar o pagamento de peritos contratados pela Justiça Federal para atuarem em causas de segurados carentes contra o INSS pedindo revisão ou concessão de benefício (PL 2999/19, do Executivo).

Os deputados devem deliberar sobre o substitutivo do Senado, que limita o pagamento de uma perícia por processo judicial a partir de 2020 e cria o Serviço Integrado de Perícias Médicas para subsidiar as decisões nos processos administrativos e judiciais de benefícios do INSS.

Rodrigo Maia também informou que os parlamentares também podem votar os destaques da proposta que atualiza a Lei de Licitações (PL 1292/95).

Abuso de autoridade
Em relação à possibilidade de veto integral ou parcial do presidente da República, Jair Bolsonaro, ao projeto que combate o abuso de autoridade (PL 7596/17), Maia afirmou que é uma decisão do governo. Segundo ele, é preciso respeitar o processo legislativo no qual o presidente da República pode vetar e o Congresso analisar o veto presidencial.

Cléber Medeiros/Agência Senado
Projeto aprovado neste mês pelo Congresso pode ser vetado pelo presidente da República

“O importante é respeitar o ciclo do processo legislativo, agora o presidente veta ou não, e vetando, cabe ao Parlamento manter ou derrubar os vetos. A democracia é assim”, ponderou Maia.

“Acreditamos que é um projeto importante porque todo agente público tem toda liberdade de ação limitada pela lei. O que o abuso diz é que quem não cumpre a lei, tem regras e pode ser punido”, afirmou.

 

 

Fonte: Câmara Noticias 

Anúncios

Categorias:Geral

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s