ABSURDO: Diretores do presídio Urso Panda entregam chave à preso para trabalhar como agente penitenciário

(Foto ilustrativa)

Isso mesmo, você não leu errado, no dia 24/04/2019, os diretores do presídio Edvan Mariano Rosendo (Urso Panda), entregaram as chaves das celas para um preso trabalhar como agente penitenciário.

NARRAÇÃO DOS DIRETORES

Conforme denúncias de agentes penitenciários da unidade, baseado no memorando de N° 403 (5722082), os referidos diretores fizeram um relatório de segurança narrando os fatos, alegando que os agentes penitenciários da unidade não queriam realizar o banho de sol dos apenados devido o baixo efetivo, sendo assim, os diretores não gostando e achando errônea a atitude dos servidores, foram até a base de armamento e se apossaram de armas calibre 12 e foram retirar os presos para o banho de sol.

Conforme o relatório, eles solicitaram apoio de um apenado que trabalha como “cela livre” para abrir as celas, os diretores narraram que o apenado se colocou a inteira disposição para ajudar no trabalho.

Ainda conforme o relatório, os diretores narraram que retiraram os presos de cela por cela, primando pela segurança deles e o do apenado que ali estava desempenhando uma atribuição que é do agente penitenciário. Disseram que, divido estarem em uma situação de crise e de não incorrerem em crime de desobediência ao juízo da execução penal, eles não pensaram duas vezes e agiram com único fito de cumprir a determinação.

AGENTES PENITENCIÁRIOS DEBATEM

Conforme narraram agentes penitenciários da unidade, em nenhum momento os servidores se recusaram em não cumprir a determinação para retirar os presos para o banho de sol, apenas não cumpriram ordens absurdas devido a falta de efetivo, para manter a segurança dos servidores e apenados. Destacam que na unidade tem em média 900 (novecentos) presos para 12 (doze) agentes penitenciários).

Inclusive os servidores solicitaram apoio do Grupo de Ações Penitenciárias Especiais (GAPE), para que fosse realizado o banho de sol dos presos, mas não deram ouvidos a solicitação dos servidores.

“É revoltante uma atitude dessas, os diretores que eram para priorizar a segurança da unidade em geral, agem com despreparo e tamanha irresponsabilidade, além de não cumprirem as normas vigentes que regem sobre a segurança nas unidades prisionais, como a portaria 2.069 da SEJUS, CNPCP e MASPE, chegam ao cúmulo de colocar um preso para trabalhar como agente penitenciário. Desabafam servidores.

AGENTES PENITENCIÁRIOS NARRAM QUANTO AOS PROCEDIMENTOS DE SEGURANÇA

A portaria nº 2.069/GAB/SEJUS rege as atribuições dos agentes penitenciários de Rondônia e estabelece o seguinte:

Art. 63 Antes de abrir a cela para retirada de preso (a), o agente penitenciário deverá assegurar-se da segurança necessária para a execução do procedimento, certificando-se do fechamento dos portões e das demais celas.

Art. 70. A retirada e movimentação de presos deverão ser realizadas respeitadas todas as medidas de segurança.
Parágrafo único. Havendo motivos relevantes de segurança, obrigatoriamente, será aumentado o quantitativo de Agentes Penitenciários.

O art. 1º da Resolução nº 01 de 09 de março de 2009 do Conselho Nacional de Política Criminal e Penitenciária – CNPCP, que estabelece a proporção mínima de 05 (cinco) presos para 01 (um) agente penitenciário.

Sendo assim, os agentes penitenciários repudiam a ação tomada pelos diretores em agir de forma errônea e irresponsável, colocando em risco a vida do apenado que estava na linha de frente abrindo as celas, também colocando em risco a segurança de toda unidade prisional.

E ainda, de forma “ingênua ou maquiavélica” narram em relatório de segurança o erro grotesco e ilegal que julgam ser legal. Finalizam os servidores.

Confira trecho do relatório dos diretores

 

 

Fonte: Rondoniaemqap

Anúncios

Categorias:Sistema Prisional

4 respostas

  1. Os agentes penitenciários, estão corretos, pois, eles não tem vidas de vídeo game. A direção, uma vez que está como gestor, quer fazer o serviço a todo custo, até mesmo arriscando as vidas dos funcionários.

    Curtir

  2. Caraca, ae em Rondônia a coisa é feia em, aqui em Minas a proporção é de 3 agentes por preso, nossa esses diretores aí também são retardados demais kkkkkkkk, aqui quando não tem efetivo não tem e pronto, se diretor colocar chave de cela na mão de preso ele tá fora na hora.

    Curtir

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s