POLÍCIA CIVIL e PM impedem suspeito de planejar ataque contra escola em Ariquemes

A ação foi comandada pelo Delegado de Polícia Dr. Leandro, Policiais Civis, com a participação do Núcleo de Inteligência da Polícia Militar (NI).

A Polícia Civil, cumpriu nesta quarta-feira, 27/03 um Mandado de Busca e Apreensão no Bairro Nova União I em Ariquemes, contra um rapaz que estaria planejando um ataque a uma escola de Ariquemes, semelhante ao ocorrido em Suzano-SP, onde dois jovens mataram oito pessoas, sendo cinco estudantes, dois funcionários da escola e o tio de um dos homicidas, feriram outros vários e depois se mataram.

A ação foi comandada pelo Delegado de Polícia Dr. Leandro, Policiais Civis, com a participação do Núcleo de Inteligência da Polícia Militar (NI) e Patamo, onde obteve êxito em localizar o rapaz de 21 anos, como também apreender as vestimentas que seriam utilizadas no ataque, uma machadinha, um canivete, uma espingarda e uma máscara. Todo o material foi apresentado na UNISP juntamente com o jovem, onde foram entregues à autoridade competente para prosseguir as investigações.

Ao conceder entrevista à equipe de reportagens do site Ariquemes190 e Canal 35.1 Digital, o Delegado Dr. Leandro salientou que a Polícia obteve informações através de denúncias anônimas, de que um adolescente e seu colega estariam comentando em grupos de Whats App de alunos de uma escola sobre o ataque que estariam planejando executar em alguma escola do município. Os Policiais começaram a investigar o caso e constataram que o rapaz conduzido publicava em seus perfis de redes sociais, fotos com vestes semelhantes às utilizadas pelos executores do crime em Suzano-SP. Diante das evidências a Polícia Civil pediu ao Poder Judiciário um Mandado de Busca e Apreensão, sendo de imediato concedido, contribuindo para o êxito da ação.

Todos os envolvidos nas conversas da rede social apresentadas às autoridades serão intimados para serem ouvidos, juntamente com seus responsáveis. O Rapaz negou que estivesse planejando qualquer ataque à escola e salientou que tudo não passou de um momento de bobeira, onde apenas queria realizar uma brincadeira com os colegas e que, em nenhum momento pretendia atacar escolas.

 

Fonte: Ascom-PC/RO

Anúncios

Categorias:Polícia

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s