Associação de Pais e Mestres do Colégio Tiradentes sofre descaso e humilhação por parte da direção

A atual direção do Colégio Tiradentes de Porto Velho, tem impedido os direitos em lei quanto às atribuições da Associação.

Mais uma polêmica envolvendo o governo de Marcos Rocha, desse vez com os próprios colegas de farda que exercem trabalhos há 27 anos no Colégio Tiradentes de Porto Velho, o descaso e a suposta perseguição foi com presidente da Associação de Pais e Mestres do Colégio Tiradentes (APM), sargento Pedraza.

Conforme denúncias enviadas à nossa equipe, o Colégio sofreu mudanças drásticas quando os novos gestores assumiram a direção do Colégio Tiradentes de Porto Velho.

Descasos e supostas perseguições como; Cadeirantes sofrendo em época de chuva, devido não ter garagem com cobertura, transferência de 16 policiais sem os motivos justificando o ato, projeto de lei que foi apresentado pelo governo anterior e retirado pelo atual governo de Marcos Rocha, além de supostas perseguições e humilhações à alguns funcionários.

A atual direção do Colégio Tiradentes de Porto Velho, tem impedido os direitos em lei quanto às atribuições da Associação. O presidente da associação, sargento Pedraza, teve suas reuniões proibidas pela atual direção do Colégio, em palestras e ações realizadas pelo CTPM1, jamais é convidado ou considerado como representante de uma Associação que existe há 27 anos.

Nesta sexta-feira (08), a direção do Colégio Tiradentes de Porto Velho, indeferiu o ofício da Associação que solicitou a utilização da quadra ou auditório do CTPM1, impedindo o acesso dos representantes da Associação e associados para participarem de Assembleia Geral. Nem ao menos disse os motivos do indeferimento, coisa que nunca aconteceu em 27 anos de atuação junto ao Colégio.

A Associação esteve na Coordenação Regional de Educação, e a atual Coordenadora recebeu o ofício da APM com reclamações dos pais, a Associação foi bem atendida, a Coordenação foi muito sensível com a realidade enfrentada pela APM.

A Associação também se reuniu o com o Deputado Estadual Anderson Pereira (PROS), Anderson firmou compromisso de aprovar somente projetos que não prejudiquem ninguém. E que a proposta venha para melhorar os serviços públicos prestados pelas escolas militares em Rondônia.

 

 

Fonte: Rondoniaemqap

Anúncios

Categorias:Geral

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s