Singeperon enaltece trabalho de Agentes Penitenciários que evitaram rebelião

Os agentes dispararam tiros de munições antimotim para evitar a agressão

O sindicato dos Agentes Penitenciários e Socioeducadores do Estado de Rondônia (Singeperon), enaltece o trabalho dos agentes penitenciários de plantão e do grupo de ações penitenciárias especiais (GAPE), por evitar danos maiores durante uma rebelião.

A diretoria parabeniza os bravos guerreiros, por controlar e evitar danos maiores, na rebelião ocorrida neste sábado (09), no presídio Milton Soares de Carvalho (470).

A diretoria do Singeperon esteve presente no presídio 470, para prestar total apoio aos servidores, e elogia a ação dos servidores que heroicamente conseguiram conter mais uma rebelião, mais uma vez mostraram seu profissionalismo e quanto são guerreiros.

Sobre a rebelião

Quando os servidores abriram o acesso da carceragem da vivência “C” para distribuir a alimentação dos apenados, perceberam a movimentação estranha de um apenado “cela livre.” Quando os servidores adentraram o Pavilhão se depararam com cerca de 140 presos soltos amotinados, com máscaras e armados com armas artesanais como: “chuchus, lanças e zagaias.”

Os detentos investiram contra um servidor que abre as celas sem armas, chamado de “chaveiro.” Nesse momento ele pediu apoio dos demais plantonistas que trabalham na contenção com espingardas calibre 12, mesmo assim os detentos foram para cima dos agentes penitenciários, os agentes dispararam tiros de munições Antimotim para evitar a agressão.

Os presos queimaram colchões, arrancaram portas das celas, começaram a atirar pedaços de concreto, vergalhões e cadeados contra os servidores, em todo momento gritavam força à facção criminosa primeiro comando da capital (PCC), que deveriam exterminar a facção rival comando vermelho (CV), que estavam em horário de visita.

Devido o baixo efetivo e uma grande quantidade de apenados, foi preciso chamar reforço de outras unidades e do grupo de ações penitenciárias especiais (GAPE) e o corpo de bombeiros para apagar as chamas de fogos que se alastraram pela unidade prisional.

Após algum tempo de resistência, os apenados se recuaram, os servidores conseguiram conter o avanço dos presos e o fim da rebelião.

Veja o vídeo da presidente enaltecendo o trabalho dos agentes penitenciários

 

 

Fonte: Assessoria-Singeperon

Anúncios

Categorias:Mais notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s