Alguns dos postos que abastecem as viaturas já estão sem combustível. (Foto ilustrativa).

Em virtude do protesto nacional realizado por caminhoneiros contra os aumentos abusivos dos preços dos combustíveis, a capital de Rondônia, Porto Velho, já vem sofrendo com a falta de combustível, principalmente de gasolina.
 
Filas enormes se formaram em diversos postos de combustível que ainda possuem gasolina. Em alguns deles houveram discussões entre motoristas que tentavam “furar fila” e a PM teve de ser acionada para conter os ânimos.
 
O Serviço de Atendimento Móvel de  Urgência (Samu) e a Polícia Militar estão tentando economizar o máximo o combustível para que não venha faltar e prejudicar os atendimentos e ocorrências de urgência.

Viaturas da PM podem parar

Segundo Informações de um policial militar, o Centro Integrado de Ocorrências Policiais (Ciop), ordenou que as viaturas de serviço fiquem paradas em pontos estratégicos na cidade, visando a economia de combustíveis. Alguns dos postos que abastecem as viaturas já estão sem combustível. 

A determinação é que os policiais só saiam dos locais para irem atender ocorrências, ou seja, aquele patrulhamento de rotina está suspenso temporariamente. 

Fonte: Rondoniaemqap/Com informações da página lente nervosa e Rondoniaaovivo

Anúncios