Agentes de Segurança Socioeducativo estão insatisfeitos com a Fundação Fease

Os servidores Socioeducadores, recentemente foram desmembrados da secretaria de estado da justiça (Sejus).

Alguns Agentes de Segurança Socioeducativo de Vilhena, reuniram-se com o Deputado Luizinho Goebel (PV), para expor as dificuldades que eles vem enfrentado. Também procuraram a nova diretoria eleita do Singeperon, para lutar pelas demandas da categoria. 

Nossa equipe entrou em contato com nova diretoria do Sindicato dos Agentes Penitenciários e Socioeducadores (Singeperon), à presidente eleita Daihane Gomes expôs as necessidades da categoria.

Sobre os Agentes de Segurança Socioeducativo

Os servidores Socioeducadores, recentemente foram desmembrados da secretaria de estado da justiça (Sejus), criando assim a Fundação Estadual de Atendimento Socioeducativo (Fease).

A presidente eleita conta que, a insatisfação desses servidores é muito grande depois que eles passaram à fazer parte dessa fundação, eles também anseiam o retorno da escala 24/96, pois a escala atual tem prejudicado muito esses servidores.

Sistema Único de Segurança Pública (SUSP)

A Câmara dos Deputados aprovou o projeto de lei que cria o Sistema Único de Segurança Pública (SUSP), os Agentes Penitenciários e Agentes de Segurança Socioeducativo foram incluídos no Sistema Único de Segurança. 

Mas os deputados da minoria alegaram que o projeto não resolve o problema da segurança pública e se disseram contrários à adesão dos Agentes Socioeducativos, responsáveis pela ressocialização de adolescentes infratores, no SUSP. No entanto, foi mantido pelos deputados a inclusão dos agentes socioeducativos. 

Os parlamentares da minoria afirmam que conversarão com senadores para que os Agentes Socioeducativos sejam retirados durante a análise na outra Casa.

Agentes de Segurança Socioeducativo querem retornar à Sejus

Daihane disse que não faz sentido esses servidores estarem vinculados à Fundação Estadual de Atendimento Socioeducativo (Fease), pois farão parte da segurança pública, no mínimo deveriam voltar à secretaria de origem, secretaria de estado da justiça (Sejus). 

“Estaremos sempre à disposição dos Agentes de Segurança Socioeducativo, lutaremos por eles no que for preciso, para buscar melhorias e respeito para esses servidores.”  Destacou Daihane Gomes.



Fonte: Rondoniaemqap

Anúncios

Categorias:Mais notícias

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s