Motim: Agentes Penitenciários são ameaçados em casa de detenção de Ouro Preto

Graças à ação rápida dos agentes penitenciários, o início de motim não tomou proporções maiores

Na tarde desta terça-feira (14), agentes Penitenciários foram ameaçados durante uma vistoria nos apenados que estavam no albergue da Casa de Detenção da Estância Turística de Ouro Preto do Oeste.

Conforme relatos de servidores, durante o procedimento de rotina nos albergues, depararam-se com o volume do som da TV acima do permitido, o barulho estava prejudicando a contagem dos detentos. Ao serem advertidos para que baixassem o som, os apenados do albergue 2 acataram à ordem, porém, os apenados do albergue 3 não obedeceram.

Agentes relatam que, em vez deles baixarem o volume, eles aumentaram ainda mais, como forma de insultar os servidores daquela unidade prisional. Diante da situação, solicitaram para que fosse retirado o aparelho de TV daquele albergue, não acatando às ordens dos servidores, os internos se recusaram de retirar a TV, em seguida, foi ordenado para que os mesmos se afastassem da porta para que os agentes entrassem na cela.

Mesmo assim insistiram em não acatar à ordem, os apenados: Rafael Nascimento e Marcelino de Oliveira, começaram a xingar os agentes, palavrões como: “seus vermes, filho da puta dentre outras de baixo calão.

Logo depois passaram a incitar os outros detentos, para ingressarem contra os agentes e diziam: “vamos pegar esses vermes, só porque estão armados fazem isso. Mas olha a quantidade de homens que somos, e se der alguma coisa, os PCC`s de Porto Velho cobram deles”. 

A incitação continuou e convocaram os demais apenados a se deslocarem em direção aos agentes penitenciários, nesse momento os servidores agiram para dar fim ao início do motim, realizaram um disparo de calibre 12 com munição antimotim. O disparo atingiu o apenado Rafael no braço esquerdo, após o disparo, o movimento dos apenados teve fim.

Após o término do motim, Rafael foi retirado do albergue e isolado dos demais presos, mesmo assim, o detento continuou com os insultos e ameaças, dizendo que não ia esquecer a cara de nenhum dos agentes, pois na rua tem parceiros para cobrar e tem um advogado para jogar os servidores na rua e derrubar à direção, “eu na rua irei cobrar essa pedra.” Disse o apenado.

Diante dos fatos, foi registrado boletim de ocorrência, o apenado foi levado para o hospital municipal para atendimento médico, logo em seguida retornou para a casa de detenção.

Fonte: Rondoniaemqap

Anúncios

Categorias:Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s