Deputado Jesuíno oficializa comando da PM sobre convocação de excedentes

Comando geral afirma que, após início das aulas, havendo desistências, não há mais como convocar novos alunos

​No último dia 22 de setembro, o deputado Jesuíno Boabaid (PMN) encaminhou ao comandante geral da Polícia Militar do Estado de Rondônia, coronel PM Ênedy Dias de Araújo, ofício solicitando informações sobre a convocação dos remanescentes do concurso da PMRO, conforme edital nº 062/PMRO/SEARH, de 20 de maio de 2014. Este é um assunto que o parlamentar vem dialogando há meses, na tentativa de fazer com que todas as vagas sejam preenchidas.

O deputado Jesuíno esclarece que no transcorrer do curso há desistências de alguns alunos devido as suas peculiaridades e, assim, o parlamentar pediu para que o comando da PM realize o chamamento dos excedentes, visando a contemplação do maior número possível de alunos para a realização do certame.

Ao solicitar informações sobre a convocação dos remanescentes, junto ao Comando Geral da Polícia Militar, Jesuíno Boabaid foi informado em resposta do comandante Ênedy, que “ao ser matriculado em curso de formação, o candidato é declarado aluno PM, e é admitido temporariamente nas fileiras da PMRO. Em razão disso, o processo seletivo, propriamente dito, encerra-se com o ato de matrícula, quando se torna aluno PM”.

Desta forma, continua o documento, que são feitas tantas chamadas quanto forem necessárias para o preenchimento das vagas previstas no edital, porém, respeitando-se o limite da data de início das atividades escolares.

O curso teve início no dia 18 de setembro deste ano e, segundo o comando da PMRO, houve três convocações antes do início das atividades, visando o preenchimento das vagas disponibilizadas.

Finalizando, o comandante afirma que devido ao planejamento cronológico de etapas a serem transpostas pelos alunos, não há a possibilidade de novas convocações para o preenchimento de vagas.

Sendo assim, cabe aos excedentes que foram prejudicados com esta medida do Comando Geral, buscar junto ao judiciário a possibilidade do chamamento, tendo em vista que a justiça entende que as vagas que estão em aberto devem ser preenchidas.

Boabaid concluiu afirmando que “os ofícios encaminhados ao comando, bem como as respostas obtidas, estarão disponíveis em seu gabinete a todos excedentes que desejarem buscar sua convocação” finalizou.

 
ALE/RO – DECOM – Assessoria

Anúncios

Categorias:Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s