Comissão de Segurança pública debate militarização das escolas e situação dos presídios

Parlamentares são favoráveis a militarização das escolas e querem aumento de efetivo nas unidades prisionais

​A Comissão de Segurança Pública (CSP), presidida pelo deputado Jesuíno Boabaid (PMN), em reunião na manhã desta terça-feira (15) no Plenarinho da Assembleia Legislativa, debateu a questão da militarização de escolas públicas, bem como a situação de presídios em Rondônia.

Jesuíno falou do debate ocorrido na tarde de segunda-feira (14), com a audiência pública convocada pelo deputado Lazinho da Fetagro (PT) que debateu a militarização de escolas públicas. Na reunião se posicionou mais uma vez favorável. “Se fosse governador não seriam apenas cinco, mas mais de 40”.

Afirmou que onde é implementada ocorre a melhoria na disciplina e no ensino. Salientou que o Estado precisa tomar uma atitude em relação à disciplina e organização das escolas públicas.

Boabaid também se disse preocupado com a situação dos presídios em Rondônia, especialmente com a grande quantidade de objetos encontrados com os presos, destacando algumas serras.

O deputado Anderson do Singeperon (PV) falou que os participantes da audiência vieram para polemizar. “Sou favorável a qualquer projeto que venha a melhorar a qualidade da educação, seja militar ou outra modalidade”. Reclamou que os ditos educadores que participaram foram extremamente desrespeitosos aos contrários a sua opinião, vaiando qualquer posicionamento contrário. “Por isso que falta respeito também dentro das escolas. Se perdeu o controle”.

Quanto aos presídios disse que nas vistorias que tem feito, detectou várias falhas na segurança e que no presídio de Ariquemes algumas foram corrigidas, “mas ali era uma tragédia anunciada”.
Disse que tem de haver investigação do como entraram serras para os presos. “É preciso que se aumente o efetivo. Fizeram uma maquiagem no presídio e inauguraram e deu no que deu”, afirmou.

Jesuíno recomendou a expedição de uma recomendação legislativa para que todo presídio que esteja para ser inaugurado, passe por uma avaliação e revista de agentes de segurança pública como o Exército, Abin entre outras e que as unidades tenham efetivo adequado. O que foi deferido pelos demais membros.
Encerrando a reunião, o deputado Jesuíno falou que irá fiscalizar todas as Unisp (Unidade Integrada de Segurança Pública) no Estado, pois as que visitou em Porto Velho, todas apresentaram problemas estruturais, sendo, segundo ele, e da forma como foram concluídas, “o pior investimento feito pelo Estado de dinheiro público”.

Também participou da reunião o deputado Dr. Neidson (PMN), que irá relatar processo/denúncia recebida pela comissão para investigar sobre bombeiros que estão dirigindo veículos sem a devida habilitação para tal.

Fonte: ALE/RO – DECOM

Categorias:Sem categoria

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s