Suzane von Richthofen deixa cadeia em saidão do Dia das Mães


Presa desde 2002 por mandar matar os pais, Suzane von Richthofen deixou, na manhã desta sexta-feira (12/5), a Penitenciária Feminina Santa Maria Eufrásia Pelletier, em Tremembé (SP). Isso porque ela obteve liberação temporária por causa do Dia das Mães. O benefício é concedido aos detentos do regime semiaberto que têm bom comportamento.


De acordo com informações do G1, Suzane deixou a unidade acompanhada do namorado, um empresário de 37 anos, por volta das 8h, e deverá retornar ao local na próxima quarta (17). Ela deverá ficar em endereço informado previamente à Justiça. A mulher foi condenada em 2006 a 39 anos de prisão.


A detenta já tinha ganhado as ruas de forma provisória na comemoração da Páscoa, em março do ano passado. Voltou a sair, no Dia das Mães, e, na ocasião, foi presa ao ser flagrada na companhia do namorado, em Angatuba (SP), mas em um endereço diferente daquele declarado ao sistema prisional. Suzane passou fora da cadeia o Dia das Crianças, em 12 outubro, quando se comemora também o dia da padroeira do Brasil, Nossa Senhora Aparecida.


Assassinato
Em 2006, Suzane, o namorado da época, Daniel Cravinhos, e o irmão dele, Cristian Cravinhos, foram condenados pela morte dos pais dela, o engenheiro Maonfred e a psiquiatra Marísia. O crime ocorreu em 2002, enquanto o casal dormia, em São Paulo.

Fonte: G1.com

Anúncios

Categorias:Sistema Prisional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s