AASSPEN-RO vem a público manifestar repúdio contra jornalista

A AASSPEN-RO (associação dos agentes penitenciários e socioeducadores de Rondônia, emitiu uma nota de repúdio contra a matéria veiculada pelo jornalista William Ferreira em sua rede social, servidores ficaram indignados quanto a matéria, pois ouviu somente o lado das mulheres dos detentos, não sendo imparcial ouvindo a outra parte, manchando as classe perante toda a sociedade, a associação dos servidores rebateu e emitiu uma nota de repúdio.

Acompanhe a nota oficial da AASSPEN

A AASSPEN-RO (associação dos agentes penitenciários e socioeducadores de Rondônia, vem a público manifestar repúdio a matéria veiculada pelas redes sociais pelo jornalista William Ferreira e Rede TV Rondônia.

A matéria envolve várias denúncias contra servidores do sistema prisional, como abusos e maus tratos aos detentos e outras envolvendo também as estruturas dos presídios.

A matéria foi tendenciosa e não sendo imparcial, causando negatividade contra a classe de servidores, a AASSPEN já pediu oficialmente o direito de resposta em nome de seus associados.

1° O jornalista William Ferreira ao transmitir a matéria pela rede social, onde a grande massa da população tem acesso, muitas pessoas não conhecem a realidade do sistema penitenciário, manchando toda classe, ao transmitir apenas as entrevistas das mulheres dos presos, dando a impressão de que tudo que elas falam é verdade, não sendo imparcial nas denúncias, não ouvindo a outra parte, pois as acusações são graves e envolve toda a classe. 

2° quanto as denúncias de maus tratos e abusos por parte de agentes penitenciários, vale ressaltar que algumas mulheres e parentes dos detentos, sempre vem causando grandes transtornos e causando motins nas unidades, devido possíveis líderes de dentro dos presídios provocarem isso, para conseguirem benefícios e regalias dentro dos presídios.

3° Em nenhum momento os agentes agem com grosserias, ignorância e falta de educação com os visitantes, ao contrário disso, agem com educação, presteza e respeito, quanto as denúncias de maus tratos aos seus parentes presos, os servidores tem agido apenas dentro da legalidade, respeitando os direitos de cada detento, cada unidade tem suas disciplinas e os apenados são obrigados a cumpri-las sem desrespeita-las, tudo dentro das normas legais, assim como preceitua o manual da MASPE RO, LEP e portaria 2069 da SEJUS.

4° quanto as estruturas das unidades, alegando não ter água, chover dentro das celas, locais inadequados etc. Isso não é de competência dos servidores, e sim do Estado de Rondônia, cabe as denunciantes cobrarem dos órgãos competentes para a solução do caso.

Veja o Vídeo veiculado na rede social do jornalista William Ferreira



Fonte: rondoniaemqap

Publicidade




 

Anúncios

Categorias:Sistema Prisional

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s