Privatização dos presídios é inevitável e grau de aprovação da Polícia é baixo afirma especialista

image

(Claudio Beato Filho destacou que a polícia brasileira mais bem avaliada tem apenas 27 por cento de aprovação)

O grau de aprovação das polícias brasileiras é muito baixo se comparado a outros países. A afirmação foi feita pelo coordenador do Centro de Estudos de Criminalidade e Segurança Pública da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG), Claudio Chaves Beato Filho, durante audiência pública realizada pela Comissão Especial sobre a Unificação das Polícias Civis e Militares na tarde desta terça-feira (10).

Beato Filho informou que pesquisa feita pelo Datafolha aponta que 50% da população brasileira temem morrer assassinadas nos próximos 12 meses. Segundo o professor, isso leva a uma desconfiança enorme em relação às instituições. “Em torno de apenas 30% veem o judiciário como confiável. E as polícias, as mais bem avaliadas do País, estão com índice de 27% de aprovação. Para se ter uma ideia, a polícia do Chile tem 85%, a polícia de Nova Iorque tem 87% “, destacou.

Para Beato Filho, a desconfiança da população se dá, entre outros fatores, devido à rivalidade entre Polícia Civil e Polícia Militar e ao distanciamento do Ministério Público, problema já resolvido em países onde as polícias foram unificadas.

Claudio Beato Filho considera ainda que, devido aos altos custos, a privatização dos presídios é inevitável

image

(Vinicius Carvalho destacou a experiência positiva da Alemanha na unificação das polícias)

O relator da comissão, deputado Vinícius Carvalho (PRB-SP), avaliou positivamente a audiência. Ele também mencionou a experiência da polícia alemã, com a qual teve contato durante viagem parlamentar ao país. “Até 1994, a Alemanha tinha dois tipos de polícias, como o nosso sistema. Então a partir de 94, eles decidiram unificar essas duas corporações. Eles começaram a formar um único tipo de profissional da área de segurança em que o Estado decide em qual área aquele profissional, aquele funcionário público vai atuar”, explicou.

Segundo o relator, a unificação das polícias na Alemanha aproximou a população da corporação. O deputado acrescentou que irá apresentar relatório sobre a viagem na próxima reunião do grupo.

FONTE: AGÊNCIA CÂMARA

Balneário Camboriú com Beto Carrero: Aéreo, até 4 Noites com Café, 2 Dias de Ingresso e opção de Transfer, em até 12x – https://www.peixeurbano.com.br/viagens/hoteis-tur/beto-carrero-aereo-e-ingressovape?utm_source=EmailNews
image

0 thoughts on “Privatização dos presídios é inevitável e grau de aprovação da Polícia é baixo afirma especialista

  1. Como pode a polícia ser bem avaliada, comparada com países onde vagabundo é tratado como vagabundo, diferente do Brasil onde essa raça é protegida pelos político.

  2. Se privatizasse e colocasse totó tipo de vagabundo eu aceitaria, mas os prédios privatizados como o de Minas só aceita presos de baixa periculosidade, aí é fácil dizer que funciona, porque eles não dão trabalho, são os que se regeneram. Esse negócio nde privatizar está mascarado as pessoas não sabem como funciona, é enganação pura

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.